Sejam bem vindos!
Se vocês gostam de saber novidades sobre livros e filmes está no lugar certo!

Resenha - A breve segunda vida de Bree Tanner

Autor: Stephenie Meyer

Editora: Intrínseca

Assunto: Romance 

Páginas: 190

Sinopse: Eu vi a postura dele mudar. Ele se abaixou no telhado, uma das mãos agarradas à beirada. Toda aquela estranha simpatia havia desaparecido - era agora um predador. Isso era algo que eu conhecia, algo com que me sentia confortável. Porque isso eu entendia.

Desliguei meu cérebro. Era hora de caçar. Respirei fundo, inalando o odor do sangue no corpo das pessoas lá embaixo. Não eram os únicos humanos por perto, mas eram os mais próximos. Quem você caça é o tipo de decisão que se deve tomar antes de farejar a presa.

Agora já era tarde demais para fazer qualquer escolha"

 Parágrafo ou frase que me marcou no livro: "O sorriso dele ficou então suave. Seus olhos refletiam os meus, alertas. Tudo em nós era encanto e luz. Ele tocou meu rosto, como havia tocado minha mão, como se estivesse tentando entender o brilho." 


Ok, eu não sei muito bem como começar essa resenha, mas vamos lá...
A breve segunda vida de Bree Tanner é um livro a parte que complementa a visão de Bella dos fatos que ocorreram em Eclipse. Nesse livro temos a visão de Bree dos acontecimentos em Seattle e a vida no porão de um casebre, com um bando de recém criados famintos de sangue e, digamos, um tanto irritadiços. 
Enquanto Bree conhece Diego e descobre nele um "grande amigo", percebe que nem tudo que Riley lhe disse é verdade e que eles são meros peões em um jogo mortal (literalmente). 
Agora eles descobrem que estão em um jogo mortal em que eles não sabem em quem confiar e o que é verdade ou não...

Eu tenho que fazer essa observação: Cara, a Bree é uma versão da Bella Vampira que vê os humanos como comida e tem uma história triste. Fiquei em dúvida o tempo todo enquanto lia o livro se era mesmo a Bree e não a Bella narrando a história e só o que me dizia que não, era o fato de que, primeiro: todos os pensamentos da personagem não eram sobre o Edward e/ou Jacob e segundo: a personagem não caia ou se machucava o tempo todo. 
Sério, fico me perguntando se a Stephenie vai conseguir sair do automático da Bella e se explorar e inovar como escritora ou ela vai permanecer sempre no perfil de personagem da Bella, o que sinceramente me decepcionaria, pois mostraria que a saga crepúsculo foi apenas sucesso por acaso. (E todos sabem que eu amo a saga Crepúsculo) 
Apesar de todos conhecer-mos o fim dessa história ao virar cada página desse livro desejamos que o final tivesse sido diferente, nos sensibilizamos com a história da personagem. Que tinha sonhos e desejos, que queria apenas se livrar daquilo tudo e sair para viver sua vida livre com Diego e contar o que havia descobrido sobre o mundo dos vampiros a Fred (Seu amigo de companhia no porão ). Mas seu final já foi traçado antes mesmo de sua história ser contada e depois de ter sofrido uma grande perda, nem ela sabia se queria mesmo continuar viva no final. 

A história foi bem amarrada e descobrimos os pontos que faltavam para fechar a história de Eclipse. O livro é bom! Mas não é um dos meus livros favoritos e nem me fez morrer de curiosidade para saber o fim da história ( Talvez por eu já saber o fim.) Então eu recomendo que se vocês tiverem curiosidade para ler esse livro comprem em alguma promoção em um site. 

Obs: A capa é a mais linda de todas da saga! >_<
Beijos e até a próxima! 

2 comentários:

Thiago de Andrade 13 de abril de 2011 14:11  

Não é a primeira vez que vejo uma resenha não muito positiva do livro. Eu realmente acho que a Stephenie não é uma boa escritora. Mas enfim...

As capas realmente são bonitas. Mas a minha preferida é a de Amanhecer (é porque eu gosto de xadrez *-*)

Thiago
http://outroconceito.blogspot.com/

Anônimo,  29 de abril de 2011 11:55  

Concordo com tudo que você citou em relação ao livro.
Se você procurar ler outros livros dela fora da saga crepúsculo vera que ela muda um pouco o tom de seus personagens, mas uma coisa você tem que reparar, a característica marcante da escrita da Stephenie é o altruísmo de seus personagens principais, por isso o fato de você ter achado a Bree parecida com a Bela.

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital