Sejam bem vindos!
Se vocês gostam de saber novidades sobre livros e filmes está no lugar certo!

Resenha - A Fera

Autor: Alex Flinn
Editora: Galera
Páginas: 317
Sinopse: Eu sou uma fera. Uma fera. Não exatamente um lobo, ou um urso, um gorila ou um cão, mas uma terrível criatura que anda em duas patas — uma criatura com dentes e garras e pelos surgindo de cada poro de minha pele. Sou um monstro. Você acha que estou falando de contos de fada? De jeito nenhum. O lugar é Nova York. O momento é agora. Não sofro de uma deformidade ou uma doença. E vou ficar dessa forma para sempre — destruído —, a não ser que possa quebrar o feitiço. Sim, o feitiço, aquele que a bruxa da minha aula de inglês lançou sobre mim. Por que ela me transformou em uma besta que se esconde durante o dia e rasteja à noite? Vou lhe contar. Vou lhe contar como eu costumava ser Kyle Kingsbury, o cara que você gostaria de ser, com dinheiro, beleza e uma vida perfeita. E aí vou contar como me tornei... a fera. Alex Flinn adora contos de fada e fez suas duas filhas aguentarem dezenas de versões de A Bela e a Fera enquanto escrevia este livro... E aí perguntou a elas como uma fera agiria para encontrar uma garota em Nova York. É autora de outros cinco livros, vencedores de vários prêmios norte-americanos. Ela mora em Miami.

Primeira frase do último capítulo: “- Ei, seu nome tá aqui”


Olá pessoal,
Bom, a resenha de hoje é sobre o livro “A fera” da Alex Flin, eu sou suspeita para falar desse livro, já que a estória da Bela e a Fera é, até hoje, a minha estória de conto de fadas favorita e quando saiu esse livro eu logo corri para comprá-lo  e não me arrependi, o livro é muito fofo!
A fera é um livro que fala sobre transformações, sabe quando a vida nós faz passar por situações que não tem como agente “sair pela tangente”? Aquele tipo de situação que ou você muda o seu jeito de ser ou você vai se arrepender amargamente... E é legal ver isso, pois situações assim acontecem com a gente todo tempo, e agente não percebe que a vida nos está dando a chance de mudarmos, uma segunda chance.

Kyle kingsbury é um garoto rico, lindo e Mal, sua vida é uma montanha de aparências e falsidade e tudo que ele mais gosta é humilhar as pessoas publicamente por elas não serem tão “bonitas” quanto ele. Porém Kyle se mete com a bruxa errada e como punição por ser tão arrogante, ele recebe uma maldição que o torna tão feio por fora quanto era por dentro. E assim Kyle vive dia após dia, excluído do mundo e sozinho em uma casa no Brooklyn ao invés de seu apartamento luxuoso em Manhattan, porém com sua empregada e seu tutor, Kyle aos poucos vai aprendendo que a vida é muito mais do que viver de aparências e dinheiro, pois nenhuma dessas coisas trouxe a paz que Kyle precisava, nem o deu sua aparência de volta.E é com essa aparência horrenda que Kyle conhece Lindy e vê nela uma chance de encontrar paz e um jeito de acabar com sua maldição...

Eu queria mais, e não só por causa do feitiço. Eu queria tudo o que dissesse respeito a ela. Se eu me incomodava pelo fato de a única razão pela qual a gente não estava se beijando, de o único motivo de ela não me querer era por eu ter a aparência que eu tinha? Pode apostar.
                                                                                                                                                       Página 227

E assim a estória vai seguindo mais ou menos da mesma forma como se desenrola a estória do conto de fadas.
As mudanças em Kyle vão acontecendo lentamente e de forma meio dramática no início, mas o fato de Lindy ser uma garota comum e com nenhuma habilidade especial me encantou. Lindy não tinha nenhuma beleza rara que ela não enxergava, nem uma inteligência fora do comum, ela só era ela mesma, uma garota comum, esforçada e simples. E foi essa simplicidade na estória me conquistou. Em meio a tantos sobrenaturais com estórias mirabolantes A Fera se destacou para mim por ser um romance água com açúcar, que foi feito sem pretensões de transformar a bela em uma princesa guerreira lutadora de Kung fu, e nem a fera em um cachorro doméstico, mas sim para ser uma estória bela e ele que fala sobre o poder do amor como uma força transformadora.

Recomendado!

2 comentários:

αηδψϊηћα ஐβϊττψஐ 14 de dezembro de 2011 07:56  

Ahhh tbm gostei mto do livro, adoro todas as histórias, então sou suspeita, acho que o + legal é o mix do passado com o presente e sai algo mega bacana.

Andy_mon Petit Poison
POISON BOOKS - Classe A (Robert Muchamore) http://bit.ly/uI6DLP

Kézia Lôbo 23 de dezembro de 2011 12:33  

Eu me apaixonei por esse livro, agora preciso comprá-lo para ter na minha estante! XD

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital