Sejam bem vindos!
Se vocês gostam de saber novidades sobre livros e filmes está no lugar certo!

Amor Vampiro - Resenha

Autor: SIQUEIRA, ADRIANO
Autor: VIANCO, ANDRE
Autor: ARGEL, MARTHA
Editora: GIZ EDITORIAL
Assunto: LITERATURA BRASILEIRA - TERROR E SOBRENATURAL
Páginas: 176.
Sinopse: Amor! Por ele o homem foi levado a realização de grandes feitos. Mas também sob sua influência cometeu grandes atrocidades! O que aconteceria se tal sentimento dominasse um ser maléfico que perambula pelas sombras buscando saciar seu desejo? Adriano Siqueira, André Vianco, Martha Argel, J. Modesto, Nelson Magrini, Regina Drummond e Giulia Moon, ícones da literatura fantástica nacional, se reuniram para responder a questão e desvendar o Amor Vampiro! 




Frase ou parágrafo que me marcou no livro: "PARTI SEM PESARES, SEM ANGÚSTIAS, E COMPREENDI QUE A ESSÊNCIA DA IMORTALIDADE TALVEZ NÃO ESTEJA NA BUSCA DO AMOR, MAS NA ACEITAÇÃO DA SOLIDÃO. TALVEZ A EXPECTATIVA PELO PRIMEIRO ROUXINOL DA PRIMAVERA SEJA EM SI TÃO DELEITOSA QUANTO O CANTO DA AVE EM SI."

 Eu acabei de terminar hoje o livro “Amor Vampiro” e a minha sensação ao final é que a emoção do amor em qualquer ser é muito complexa e tem várias formas. É muito encantador ver as histórias começando e se desenrolando de forma quase que mágica e depois acabando de forma revoltante, já que quando você começa a se envolver emocionalmente com o personagem, a história tem um fim que sempre deixa aquele gostinho de quero mais. (Por isso que me dá certa revolta em ler livros de contos.) Mas isso não me deixou de gostar de maneira geral de “Amor Vampiro”. Mas já devo ir avisando que essa não é uma leitura teen, nem sempre os personagens têm finais felizes e fofinhos, e foi essa uma das coisas que me deixaram satisfeita na leitura. As emoções de amor e felicidade estão sempre entrando em conflito com a natureza vampírica, no livro, e isso me agradou também, como se eles conseguissem sentir duas emoções conflitantes sobre uma mesma coisa ao mesmo tempo. No começo você não percebe isso, porém no final você ver a “moral” dos contos reunidos no livro. Alias, devo admitir que o começo não me atraia muito, pois alguns autores preferiram dividir os seus contos em pequenas historinhas de às vezes, apenas, duas páginas, O que me deixou irritada, Porém conforme eu continuei lendo, as histórias se tornaram cada vez mais interessantes. E no final os contos que mais me atraíram foram: “A Flor do Mal” de Martha Argel, O Anjo e a Vampira” de J. Modesto e “Dragões Tatuados” de Giulia Moon. Afinal todos de uma maneira geral deixavam a mesma mensagem. ( E eu devo acrescentar que tenho uma queda por vampiros)
Para concluir a resenha, os contos foram muito bem escritos e cenas de sexo aparecem em boa parte livro. (Devo dizer que isso me deixou entediada, pois as cenas de sexo as vezes roubavam a maior parte do conto, pois elas eram relatadas em detalhes, de forma repetitiva e desnecessária.) Por isso não a recomendo para os mais “sensíveis” em relação a esse tipo de narrativa. 

É um bom livro, para quem gosta dos vampiros mais tradicionais; quer uma leitura rápida e objetiva, sem continuações e ao mesmo tempo com sentido e para quem não tem problemas com Vários contos em um só livro.

2 comentários:

Thiago Lopes 18 de fevereiro de 2011 07:35  
Este comentário foi removido pelo autor.
Thiago Lopes 18 de fevereiro de 2011 07:37  

A participação de André Vianco nesta obra dá um "tempero" especial para que gosta de leituras que divertem nosso paladar de fantasia e realidade como um único mundo.
Após obras como "O vampiro Rei", "Bento", " Os Sete" entre outras,nasce a parceria dos melhores autores de contos do gênero nos dá a honra e o prazer de se divertir com mundos que existem dentro de nós, de nossa imaginação.

Postar um comentário

  © NOME DO SEU BLOG

Design by Emporium Digital